EU TAMBÉM VIVI NO COMUNISMO

Foto: Alfredo Pardon, 1980.Reunimos neste livro fatias de vida cotidiana nos anos do comunismo. Para nós, pessoas do Leste Europeu, foi assim que o comunismo se concretizou. Foi assim que o vivemos, foi assim como o sentimos na própria pele. O esquecimento começou quando da queda do comunismo. Já amadureceram, até hoje, gerações que não têm mais o que esquecer: nasceram em outro mundo, “em um outro planeta”.

RO-KIT

Os 50 elementos identitários constituem apenas uma das muitas limitações autoimpostas. Poucos, em se tratando de abarcar o todo romeno, mas, em número suficiente ao ponto de oferecer uma imagem representativa da Romênia. O desafio gráfico foi ter de encontrar uma solução expressiva e geométrica para cada símbolo, utilizando a mesma espessura de linha.